quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

"Naiade à beira-rio"


Fonte:Google


"Hoje, caminhamos à beira-rio da ponte abismal. Íntimos, odorizamos a vagabundez das emoções, que estranhas clamam Natal. É, pois, gémea-palavra de uma Poesia nossa!"
Pertence a Naiade, dedicado a A.


Natal à beira-rio


É o braço do abeto a bater na vidraça?

E o ponteiro pequeno a caminho da meta!

Cala-te, vento velho! É o Natal que passa,

A trazer-me da água a infância ressurrecta.

Da casa onde nasci via-se perto o rio.

Tão novos os meus Pais, tão novos no passado!

E o Menino nascia a bordo de um navio

Que ficava, no cais, à noite iluminado...

Ó noite de Natal, que travo a maresia!

Depois fui não sei quem que se perdeu na terra.

E quanto mais na terra a terra me envolvia

E quanto mais na terra fazia o norte de quem erra.

Vem tu, Poesia, vem, agora conduzir-me

À beira desse cais onde Jesus nascia...

Serei dos que afinal, errando em terra firme,

Precisam de Jesus, de Mar, ou de Poesia?





David Mourão-Ferreira, Obra Poética 1948-1988

Lisboa, Editorial Presença, 1988

domingo, 20 de dezembro de 2009

Juana de Castilla, la loca



Juana La Loca" (2001)
Director: Vicente Aranda


"Uma viúva que perdeu o sol da sua própria alma nunca deveria ver a luz do dia" Joana, a Louca

Heart and soul





A drenar o filme: The heart of me...

Palavras subliminares

(...)
‘And throughout all Eternity
I forgive you, you forgive me.
As our dear Redeemer said:
“This the Wine, and this the Bread.” (...)

Broken Heart, William Blake

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Eis, Senhora de Si



A partilhar:




Link que acolhe a entrevista da SPA à feminista e poetisa Maria Teresa Horta*




Vénia à perfumada palavra de Horta, com "travo de orquídea" (sorriso)
Senhora de Mim, N.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Padrões Eróticos

Origem: Pennsylvania

"Padrões eróticos*, embevecidos olhares temporais, moralistas e culturais" N.

Para a intemporal Gracindinha :-)

O cigarro empalará o coração!

Anti-tobacco ad viewed in Québec

Pela originalidade e pela alusão ao nosso Draculea...Sanguinamente partilho :-)

domingo, 6 de dezembro de 2009

Fantasma da Ópera

A produção de Dario Argento erotizada e abismal...A partilhar :-)

Curtas com longas mensagens*

Curta-metragem de Fernando Eimbcke

Para a perfeição corpórea do self, a Pamela tem condão!

Reminiscências de Aura


"Al fin podrás ver esos ojos de mar que fluyen, se hacen espuma y vuelven a la calma verde, vuelven a inflamarse como una ola: tú los ves y te repites que no es cierto, que son unos hermosos ojos verdes idénticos a todos los hermosos ojos verdes que has conocido."

(Excerto do livro Aura per Carlos Fuentes)


"Aura (1962) de Carlos Fuentes. Lê-se antevisão além-palavra de uma essência, a aura feminina. O misticismo e o simbolismo associados ao título metamorfoseiam elementos: o coelho, o gato, o naturalismo, o ritualismo, a palavra (...).
Neles Aura revela-se e possuí o leitor à sua pele.
O triângulo sexual e profano explora a densidade
psicológica das personagens que entre a realidade e o sonho se nudificam e nos cadenciam obsessões, são elas temas antiquos à Humanidade: a Imortalidade da pele humana, a égide do ritualismo feminino e o eternalismo do amor.
Transborda, em sensação-palavra, na leitura de Aura a concretização de uma profecia: Além alma e corpo, através de Eros, Psiqué atinge a eternidade, ou seja, Aura (Consuelo) bebe a ambrósia em Felipe, atingindo a sacralizante e secreta quimera"
- Náiade
(Imagem: www.google.com)

sábado, 5 de dezembro de 2009

(Music Video for Lhasa De Sela. Directed by Ralph Dfouni & Brigitte Henry)

"La luz de tu cara, La luz de tu cuerpo " Lhasa de Sela

A traição de Psiqué- Publicação - Evento Amor e Erotismo


Com deleite e estima pelo projecto, Náiade apresenta a sua primeira publicação em co-autoria (...)
A apresentação do livro decorreu no âmbito de uma tertúlia de poesia “Do amor e do Erotismo” organizada pela ARGO – Associação Artística de Gondomar, entidade promotora do IV Prémio Nacional de Arte Erótica em parceria com a Lugar da Palavra Editora.
(capa e foto da autoria do designer Aurélio Mesquita)

Um evento sinérgico que gotejou palavra, sensação e Desejo!